5-atitudes-basicas-para-nao-ser-prejudicado-pelo-seo-negativo.jpeg

5 atitudes básicas para não ser prejudicado pelo SEO negativo

25 de fevereiro de 2019 Categorias (1) Tags (1)

O SEO negativo acontece quando um competidor, ou hacker, tenta alterar o ranking de uma página propositadamente. Essa estratégia de SEO do tipo blackhat — ou seja, maliciosa — pode ser iniciada de várias maneiras, como pela criação de links automatizados para uma página, o que indica ao Google que um website está tentando aumentar sua relevância de maneira ilegítima.

O SEO negativo, segundo o buscador, não é uma tática comum. Porém, não podemos negar que ela acontece e pode prejudicar bastante um site. De acordo com a empresa norte-americana, a maioria dos casos em que SEO negativo é reportado ele não é comprovado pelos especialistas encarregados disso.

Por esse motivo, vamos lhe mostrar como detectar o SEO negativo quando ele realmente acontece. Assim, será mais fácil realizar uma reclamação ou adotar táticas que sirvam para coibir o blackhat SEO. Acompanhe!

O que pode colocar seu site em risco?

Alguns erros de SEO tornam um website mais propenso a sofrer ataques de blackhats. A seguir, listamos os principais. Confira.

Pular atualizações de segurança

Manter software desatualizado é uma das formas mais simples de atrair hackers. É comum que eles escaneiem a internet em busca de versões anteriores de softwares para explorar vulnerabilidades já descobertas e sanadas pelas empresas, por atualizações.

Ainda que ataques cibernéticos não sejam os grandes responsáveis pelo SEO negativo, eles podem afetar a performance do seu website, o que o deixa sujeito a penalização pelo Google. Além disso, um aviso pode ser colocado em sua página e nos resultados de busca que contém links para ela, desestimulando visitantes de acessar esses conteúdos.

Adicionar backlinks errados ou incompletos em posts

Acompanhar periodicamente os backlinks de um website é uma estratégia de SEO muitas vezes negligenciada. As consequências podem ser desastrosas. Uma das táticas mais populares entre os blackhats é a criação de hiperlinks de baixa qualidade. O Google entende esses links como spam e, devido a isso, diminui a relevância do seu website nas buscas.

Deixar bons backlinks de lado

Sabe aquela porção de backlinks que você lutou para conquistar e não acompanha com frequência? Eles também podem ser alvos do ataque de spammers, os quais utilizam engenharia social e contatam os administradores das páginas em que esses hiperlinks estão contidos para solicitar sua remoção.

A única forma de lidar com isso é comunicando-se periodicamente com quem linca sua página. Para conferir legitimidade aos seus contatos, utilizar um e-mail @seudominio é melhor do que empregar uma conta pessoal para isso.

Esquecer dos backups periódicos

Uma das melhores estratégias contra a ação de pessoas mal-intencionadas na web é a utilização de backups. Os backups aumentam a segurança de um site e permitem que, caso uma infecção por malware aconteça, ele seja restaurado em alguns instantes. Isso lhe ajudará caso perceba que um ataque de SEO negativo está explorando vulnerabilidades do software de administração de conteúdo (no inglês, CMS, ou a plataforma que você utiliza para administrar uma página).

Como não ser prejudicado pelo SEO negativo?

Agora que você já sabe o que ocasiona os ataques de SEO negativo, que tal aprender como evitá-los? As ferramentas e dicas abaixo podem ajudar!

1. Verifique se existem cópias do seu conteúdo

Criar conteúdo para um website não é fácil e spammers se aproveitam de peças inéditas para prejudicar o ranking de terceiros. Eles criam páginas com conteúdo idêntico ao seu para que o Google o penalize por material duplicado. Confirme a existência dessas cópias com Copyscape.

2. Certifique-se de que sua página é veloz o bastante

Um dos princípios adotados pelo Google para ranquear websites é a velocidade de carregamento. Ataques de crawling sobrecarregam servidores e diminuem a velocidade até dos sites mais simples. Você precisa detectar o porquê que uma página não está carregando em tempo hábil (cerca de três segundos, conforme explicam especialistas), pois essa atividade pode ser a responsável pelo problema de ranqueamento.

3. Acompanhe os review do seu negócio

Outra tática empregada nas estratégias de SEO negativo é deixar reviews negativos para manchar a reputação de um negócio e prejudicar seu posicionamento nos buscadores. Monitore o Google My Business para detectar ocorrências dessa natureza.

4. Confira o CTR das palavras-chave

As principais palavras-chave utilizadas em uma página tiveram um aumento de CTR (taxa de cliques) recente? Isso pode aumentar a taxa de rejeição de um website e prejudicá-lo de acordo com os critérios de experiência do usuário empregados pelos buscadores. No Google Search Console é possível acompanhar esses dados para detectar o aumento artificial de CTR.

5. Migre o site para HTTPS

O protocolo HTTPS garante a transmissão segura de dados e é um dos critérios do Google para posicionar uma página entre os principais resultados. Adote-o para proteger a troca de informações em seu site e para gerar SEO positivo.

Com que ferramentas posso garantir SEO positivo?

SEO positivo é o exato oposto de SEO negativo, ou seja, trata-se de ações que criam oportunidades para que uma página seja bem ranqueada nos buscadores. Conheça algumas ferramentas que o ajudam a criá-lo.

SeachConsole

O Search Console foi mencionado anteriormente como uma forma de acompanhar o CTR das palavras-chave de um site. Entretanto, ele pode ajudá-lo também com o ranking na página de resultados, ou SERP. Atualize o robots.txt (documento que garante que ela será encontrada pelos buscadores) utilizando essa ferramenta e evite o SEO negativo.

SEMRush

O SEMRush é uma ótima alternativa para analisar todos os dados relativos a um website. Com uma plataforma robusta de backlinks, ele permite acompanhar esse critério de classificação de forma bastante intuitiva.

Monitor Backlinks

Monitor Backlinks é uma das ferramentas mais eficientes para acompanhar os hiperlinks de uma página com sucesso. O recurso envia um e-mail poucos minutos depois de um backlink ser criado e o ajuda a aferir um ataque iminente.

Acompanhar o SEO negativo de um website vai ajudá-lo a garantir que os produtos e serviços que a sua empresa comercializa sejam encontrados nos buscadores de maneira orgânica. Deixar de fazê-lo pode causar prejuízos consideráveis e até colocar páginas na lista negra do Google. Empregue as cinco dicas e as três ferramentas citadas ao longo deste texto para evitar tal situação.

Curtiu entender melhor sobre o SEO negativo e as ações que pode-se tomar para evitá-lo? Conhece alguma dica que ficou faltando aqui? Comente!

 

Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Share on LinkedInPin on PinterestShare on TumblrShare on StumbleUponDigg thisFlattr the authorShare on RedditBuffer this pageEmail this to someone
Copyright © 2018 ABRADi-SC
Inbound Marketing:Conteúdo:Imprensa: