quais-as-diferencas-entre-um-lead-qualificado-e-um-lead-nao-qualificado.jpeg

Quais as diferenças entre um lead qualificado e um lead não qualificado?

27 de junho de 2017 Categorias (1) Tags (1)

A aquisição de leads é um elemento fundamental em uma estratégia de Inbound Marketing.

Aumentar o número de inscritos em uma newsletter pode trazer benefícios a longo prazo para um negócio, mas é preciso mais. Afinal, nutri-los e torná-los leads qualificado é essencial para o sucesso das campanhas.

Nesse artigo, mostraremos a você quais são as principais diferenças entre um lead qualificado e um lead não qualificado. Acompanhe!

O que é um lead?

Dentro do funil de vendas, existem algumas etapas para converter uma venda que seguem a jornada de compra do usuário até ele se tornar um cliente. Na primeira etapa, a da atração, o objetivo é gerar tráfego e alcançar o maior número de pessoas possível.

Quando um internauta inscreve-se em uma newsletter, ele passa para a próxima fase, tornando-se um lead. Isso significa que ele se encantou com o conteúdo produzido pela sua empresa e disponibilizou o e-mail para obter mais informações a respeito daquilo que você vende.

Perceba que nesse primeiro momento há um filtro que mostra quem são usuários que não possuem interesse no seu produto ou serviço e aqueles que são potenciais compradores.

A partir do momento em que ele inicia um diálogo com a marca, é preciso nutri-lo com informações valiosas, engajando-o e aumentando a confiança entre empresa e consumidor.

O que é um lead qualificado?

Certo, o usuário tornou-se um lead. Agora, é chegada a hora de você encantá-lo! Para isso, é necessário enviar-lhe conteúdo relevante e em diversos formatos, como e-books, infográficos, artigos, guias, cases de sucesso, webinars, vídeos, entre outros. Igualmente importante é se focar em responder as dúvidas e resolver os problemas dos seus leads.

Porém, nem todos eles estão aptos a realizar uma compra. Um lead qualificado, também chamado de prospect, é aquele que revela maior interesse pelo seu conteúdo. Para identificá-los, é preciso analisar as métricas de engajamento relevantes para o e-mail marketing, como por exemplo:

  • taxa de abertura;
  • taxa de cliques;
  • tempo de permanência com a mensagem aberta;
  • taxa de conversão;
  • taxa de downloads;
  • interação com o conteúdo;
  • taxa de rejeição.

Ao fazer isso, você será capaz de perceber quais são os leads que devem permanecer no meio do funil e quais podem passar para a próxima etapa. Os usuários que possuírem maiores taxas de engajamento são os mais propícios a fecharem um negócio — os chamados leads qualificados.

Afinal, qual é a diferença entre um lead qualificado e um lead não qualificado?

A grande diferença entre um lead qualificado e um não qualificado é justamente a sua propensão à compra. Enquanto um lead está na etapa da consideração, um lead qualificado já decidiu que precisa solucionar o problema.

Portanto, quando identificados os prospects, é uma boa hora para acionar o seu time de vendas e fazer uma oferta. As chances de ele fechar um negócio são grandes!

Agora que você já sabe quais são as diferenças entre um lead e um lead qualificado, que tal levar esse conhecimento à sua rede de contatos? Compartilhe esse post em suas redes sociais e ajude seus seguidores a ficarem por dentro desse importante conceito do Inbound Marketing!

Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Share on LinkedInPin on PinterestShare on TumblrShare on StumbleUponDigg thisFlattr the authorShare on RedditBuffer this pageEmail this to someone
Copyright © 2017 ABRADi-SC
Inbound Marketing:Conteúdo:Imprensa: