os-5-erros-mais-comuns-em-campanhas-de-adwords.jpeg

Os 5 erros mais comuns em campanhas de AdWords

19 de setembro de 2016 Categorias (1) Tags (1)

Todos sabemos que as campanhas de AdWords são responsáveis pelo lucro de uma infinidade de empresas — prova disso é que a ferramenta existe há mais de uma década e se consolida como a maior de todas quando o assunto são anúncios pagos.

Por que a sua empresa deve investir no Google AdWords? São vários os motivos! Entre eles, o fato dos anúncios pagos serem um excelente complemento para um site bem estruturado — e otimizado para o Google — tenha um crescimento muito mais elevado.

Mas, considerando tamanho sucesso do AdWords, o que pode explicar um desempenho ruim? A ferramenta não cumpre o que promete ou a sua empresa é que não está sabendo utilizar? Apresentaremos a seguir 5 erros que podem tirar suas dúvidas!

1. Não fazer as devidas atualizações

Um dos erros mais frequentes e que gera muita frustração ao público é o da propaganda enganosa. É verdade que algumas lojas de e-commerce usam isso como artifício, porém, muitos desses casos são decorrentes da falta de atualização dos anúncios.

Outra consequência deste erro são os anúncios de produtos esgotados ou inexistentes, gerando, além da frustração por parte do cliente, um prejuízo com o CPC (custo por clique) completamente desnecessário e irreversível.

Caso a correria do dia a dia seja um difícil obstáculo para fazer essas atualizações, uma boa solução para prevenir o site desses problemas é a automatização de processos — através de um bom software de gestão. Isso pode ser feito com e-mails, onde uma notificação é enviada quando o prazo de uma promoção termina ou um produto em estoque se esgota.

2. Campanhas de AdWords sem palavras-chave negativas

As correspondências de palavras-chave negativas são elementos fundamentais, porém muito pouco explorados nas campanhas do Google AdWords. Uma campanha de sucesso tem como base a segmentação de público, sobretudo para empresas que atuam dentro de um nicho muito específico, e as palavras-chave negativas ajudam muito para que “termos incorrespondentes” não ativem o anúncio.

Por exemplo, uma floricultura precisa evitar que buscas envolvendo flores de plástico resultem na impressão do anúncio, afinal, estes usuários não estão interessados em flores de verdade. Neste caso, acrescentar o termo “plástico” como correspondência negativa estabeleceria um filtro — que seria a solução para o problema.

3. Não utilizar as extensões de anúncio

Para que as campanhas de AdWords sejam mais eficientes, é possível incrementar os anúncios com algumas extensões específicas, como:

  • Extensão mobile – para adicionar um botão nos números de telefone, bastando um clique para que o usuário faça a discagem;
  • Extensões para mídias sociais –  são notas que exibem o número de seguidores que a empresa possui nas mídias sociais;
  • Sitelinks – adiciona novos links dentro do anúncio, direcionando os usuários a endereços específicos (como de um produto mais vendido, por exemplo).

4. Não acompanhar os relatórios do Google Analytics

Os dados coletados pelo Analytics evidenciam não apenas erros e acertos dentro do site, mas também da campanha de AdWords como um todo. Dessa forma, ignorar as estatísticas pode significar a perda de muito dinheiro!

Além disso, a confiabilidade dos dados contidos nos relatórios é determinante para que o anunciante se baseie em algo exato. Com a integração entre Analytics e Adwords e a utilização de filtros nos relatórios, a tarefa de mensurar as campanhas se torna muito mais fácil.

5. Usar somente palavras-chave de alta competitividade

Por último — mas não “menos grave” — está o critério equivocado de palavras-chave, do qual as “boas keywords” são interpretadas como aquelas mais utilizadas pela concorrência. O fato de existirem termos subestimados pela maioria precisa ser visto como oportunidade de gerar negócios, afinal, esse é o sentido de empreender.

Então, ao invés de incluir somente as palavras-chave mais populares, depositando toda a confiança numa possível supremacia nos leilões do Google Adwords, procure explorar melhor os termos menos competitivos. Assim, a sua empresa pode estar captando clientes sem que a concorrência ao menos se dê conta.

Você deseja receber mais dicas como essas, além de novidades sobre marketing digital? Assine nosso newsletter para recebê-las em seu e-mail!

Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Share on LinkedInPin on PinterestShare on TumblrShare on StumbleUponDigg thisFlattr the authorShare on RedditBuffer this pageEmail this to someone
Copyright © 2018 ABRADi-SC
Inbound Marketing:Conteúdo:Imprensa: