Sandro - Área Local

Entidade Nacional faz projeções para o crescimento das regionais

13 de janeiro de 2016 Categorias (2) Tags (5)

 

Desde 2014 a nova diretoria da Associação Brasileira dos Agentes Digitais criou em sua executiva a Diretoria de Integração Nacional. A pasta tem o objetivo de criar um ambiente de interlocução e auxílio entre a entidade nacional e suas regionais. Na coordenação dessas ações está o ex-presidente da ABRADi-SC, Sandro Alencar Fernandes que tem focado no compartilhamento de informações e experiências entre as associações buscando seu desenvolvimento e crescimento.

Em 2016, a Diretoria de Integração deverá atuar de forma mais estratégica, adotando ações práticas para ampliar o número de associados, a capacitação dos agentes digitais e contribuir para uma melhor atuação de seus membros no mercado que apresenta franca expansão.

Hoje a ABRADi Nacional possui 14 regionais que reúnem aproximadamente 700 associados em todo o país. Conheça os projetos e visão do diretor de integração, Sandro sobre as entidades regionais no ano de 2016.


Qual a importância dessa aproximação entre a entidade nacional e seus braços regionais? 

Sandro: O associativismo, como o conceito prega, é formado de comunhão, troca de experiências, compartilhamento e auxílio mútuo. Para a Nacional, criar um elo de proximidade feito por essa diretoria ou mesmo pelo presidente e diretor executivo é fundamental, principalmente por dois fatores: 1 – ouvir o agente associado lá na ponta, suas demandas e definir como a Nacional poderá auxiliar; 2 – fazer com que questões macro envolvendo o digital em todo o território nacional cheguem as regionais. 

Quais são as principais ações projetadas para 2016 nesta diretoria?

Sandro: Essa diretoria vem fomentando o Conselho de Regionais e o Comitê de Novo Modelo, que visa melhorar ainda mais a relação entre a Nacional e as entidades regionais. Em 2016 esses pontos continuarão recebendo muita atenção. Também está se projetando a criação de novas regionais através da articulação de líderes locais. E por fim, em 2016 há o desafio de reestruturar regionais que possuíam grande representatividade e hoje estão tendo dificuldades na integração com agentes locais e na escolha de novos líderes e diretores. 

Haverá o desenvolvimento de projetos para o fortalecimento das regionais? 

Sandro: Projetos como as tabelas de referência Sinapro, pioneiro em Santa Catarina, agora está sendo replicado em outras regionais e estamos imbuídos de auxiliar este processo.  Já o maior projeto estará junto ao comitê de Novo Modelo. O projeto visa melhorar a relação de todas as regionais e a nacional aprimorando o modelo associativista de toda entidade. Outro projeto será ampliar o fórum de discussão de boas práticas realizadas por regionais que possam ser implementadas em outras. A ideia é compartilhar os projetos de eventos, modelos de encontros e reuniões, modelos de negócio entre outros. 

Quais os benefícios para os associados regionais ao ingressar a nacional?

Sandro: Na prática todo associado de regional pode usufruir dos benefícios da Nacional. Ano passado, por exemplo, o programa realizado junto a ADOBE trouxe descontos a todos os agentes digitais associados as ABRADis. No entanto, a Nacional recomenda que acima de tudo, o agente digital esteja associado a uma regional, pois é na entidade local que os benefícios são mais tangíveis.

Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Share on LinkedInPin on PinterestShare on TumblrShare on StumbleUponDigg thisFlattr the authorShare on RedditBuffer this pageEmail this to someone
Copyright © 2018 ABRADi-SC
Inbound Marketing:Conteúdo:Imprensa: